Ano da Paz tem início hoje em todo o país

O Ano da Paz começa neste primeiro domingo do Advento, 30, e será um momento para ajudar na superação da violência e despertar para a convivência mais respeitosa e fraterna entre as pessoas. Aprovado por unanimidade durante a 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), ocorrida de 30 de abril a 9 de maio de 2014, o período de reflexões, orações e ações sociais se estenderá até o Natal de 2015.

Continue lendo “Ano da Paz tem início hoje em todo o país”

Regional Oeste 1 promove congresso missionário e caminhada a favor da juventude

O regional Oeste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou, de 20 a 23 de novembro, em Três Lagoas (MS), o 3º Congresso Missionário. O tema do encontro foi “Mato Grosso do Sul, com Cristo, partilha a sua fé” e o lema “Como o Pai me enviou Eu também vos envio”. Cerca de 500 pessoas estiveram presentes, entre os bispos do regional, religiosos, leigos, consagrados e coordenadores de pastorais. Na ocasião, aconteceu uma caminhada a favor da juventude.

Continue lendo “Regional Oeste 1 promove congresso missionário e caminhada a favor da juventude”

Papa Francisco envia mensagem para o Ano da Vida Consagrada

Por ocasião da abertura do Ano da Vida Consagrada, no domingo, 30 de novembro, o papa Francisco enviou mensagem na qual faz um chamado para que os consagrados “despertem o mundo!”.  Inspirados na Exortação Vita Consecrata de São João Paulo II, o texto do papa apresenta alguns objetivos, expectativas e os horizontes do Ano da Vida Consagrada, que prosseguirá até 2 de fevereiro de 2016.

O prefeito da Congregação dos Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, cardeal João Braz de Aviz, em entrevista à Rádio Vaticano, apontou três objetivos principais  que o papa Francisco indica aos consagrados para a realização da própria vocação: “olhar para o passado com gratidão”, para manter viva a própria identidade, sem fechar os olhos diante das incoerências, resultado das fraquezas humanas;   “viver o presente com paixão”, vivendo o Evangelho a fundo e com espírito de comunhão; “abraçar o futuro com esperança”, sem perder a coragem diante das inúmeras dificuldades que se encontrarão ao longo da vida consagrada, a partir da crise das vocações.

Aos jovens consagrados

O papa também alertou aos mais jovens para que não caiam na “tentação dos números e da eficiência, tampouco àquela de confiar exclusivamente nas suas próprias forças. A caridade não conhece limites e precisa de entusiasmo para levar adiante o sopro do Evangelho nos mais diversos ambientes sociais e culturais”.

Disse, ainda, que é necessário que os consagrados saibam transmitir a alegria e a felicidade da fé vivida em comunidade, por meio do testemunho do amor fraterno, da solidariedade, da partilha que dá valor à Igreja. “Uma Igreja que deve forjar profetas visionários e capazes de interpretar os acontecimentos, denunciando o mal do pecado e da injustiça”.

Francisco não tem expectativas de que os consagrados mantenham vivas certas “utopias”, mas que saibam criar “outros lugares”, onde se viva a lógica evangélica do dom, da fraternidade, da diversidade e do amor recíproco. O lugar ideal para que isso aconteça são as comunidades dos Institutos aos quais se pertence e que não deve ser uma realidade isolada. Ao contrário, o papa expressa seu desejo de que este Ano da Vida Consagrada seja a ocasião para que se estreitem os laços de colaboração entre as diversas comunidades, “no acolhimento de refugiados, na proximidade aos pobres, no anúncio do Evangelho, na iniciação à vida de oração”.

Na carta aos consagrados e às consagradas, Francisco ressalta o papel dos leigos, “que, com os consagrados, partilham ideais, espírito e missão”. O papa pede aos bispos que sejam solícitos no promover nas respectivas comunidades “os carismas distintos, apoiando, animando e ajudando no discernimento para que a beleza e a santidade da vida consagrada resplandeçam na Igreja”.

Com informações  e fota da Rádio Vaticano. 

As andanças do Bispo -8

Dom Luiz Demétrio Valentini
Bispo de Jales (SP)

8. Um zigue-zague na Suíça

Nos apuros do ano 2000, precisei reservar dez dias para a Suíça, no tempo da quaresma. Foi no começo de março. Era para ajudar na promoção da Campanha da Quaresma, que sempre costumam fazer, cuja arrecadação é repartida entre os países que mais necessitam, também o Brasil. Aí a cobrança: precisavam de alguém do Brasil, para ajudar na motivação.

Continue lendo “As andanças do Bispo -8”

Papa Francisco faz visita pastoral à Turquia

A busca pelo diálogo e ecumenismo está na agenda do papa Francisco, que embarcou na manhã de hoje, 28 de novembro, para a Turquia. Essa é a sexta viagem apostólica internacional do papa. Francisco é o quarto papa a visitar o país. Antes dele, estiveram no solo turco Bento XVI, em 2006; João Paulo II, em 1979; e Paulo VI, em 1967.

Continue lendo “Papa Francisco faz visita pastoral à Turquia”

Ano da paz, novo advento

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)

A Igreja Católica decidiu, durante a Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), promover um Ano da Paz. Essa decisão importante fundamenta-se na urgência de unir esforços para transformar a realidade e lutar, incansavelmente, na promoção da paz, que é um dom de Deus, entregue aos homens e mulheres de boa vontade pelo Príncipe da Paz, Jesus Cristo, Salvador e Redentor.

Continue lendo “Ano da paz, novo advento”

Igreja em estado de advento

Dom Alberto Taveira Corrêa
Arcebispo de Belém do Pará (PA)

A Igreja realiza sua missão evangelizadora no tempo e no espaço que a Providência de Deus lhe concede. Compete a ela a busca contínua da fidelidade ao seu Senhor, pois a visibilidade dos sinais da graça de Deus lhe foi entregue, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo. Seu Mistério Pascal de Morte e Ressurreição e o final dos tempos, quando virá para julgar os vivos e os mortos, são dois polos de tensão, com os quais buscamos a fidelidade ao Evangelho, praticando o amor a Deus e ao próximo, somos fermento de vida e esperança para o mundo e continuamos a anunciar o nome de Jesus Cristo, único e suficiente Salvador de todos os homens e mulheres que vierem a esta terra.

Continue lendo “Igreja em estado de advento”