“Papa deseja que CEN seja vigoroso impulso para evangelização missionária”, afirma cardeal Cláudio Hummes

Congresso Eucarístico prosseguirá até domingo, em Belém (PA)

O fruto que o papa Francisco espera para o XVII Congresso Eucarístico Nacional (CEN 2016), que acontece em Belém (PA) desde segunda-feira, 15, é que o evento seja “um vigoroso impulso para a uma evangelização missionária”. Foi o que afirmou o arcebispo emérito de São Paulo e presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Cláudio Hummes, em sua homilia na missa de abertura do Congresso, no dia 15, no estádio Mangueirão. Dom Cláudio foi nomeado representante do papa para a ocasião.

O representante recebe o nome de Legado Pontifício. Em sua homilia, dom Cláudio destacou a cidade-sede do Congresso, Belém, que celebra 400 anos de fundação. Ele também lembrou o apreço e a devoção do povo paraense por Nossa Senhora de Nazaré, padroeira da capital venerada a cada ano com o Sírio de Nazaré, que reúne cerca de dois milhões de pessoas.

“O papa manda uma grande bênção, um abraço. Ele sempre lembra com muito carinho os missionários que labutam nesta região, mas também os antigos missionários que em situações mais difíceis evangelizaram a população, especialmente os indígenas”, disse o cardeal, que logo depois pediu aos milhares de fiéis que lotavam as arquibancadas do estádio olímpico do Pará uma salva de palmas aos missionários.

Ao refletir sobre a temática do CEN 2016, “Eucaristia e partilha na Amazônia Missionária”, dom Cláudio afirmou que a Eucaristia é o ápice da evangelização, “porque toda missão e atividade da Igreja deve conduzir à Eucaristia”. “Ela também é fonte de toda evangelização porque desta mesa nos levantamos e partimos para a missão”, disse.

“Isso nos faz entender logo o que esse Congresso pode e quer significar para missão na Amazônia. Aqui também a Eucaristia constrói a Igreja e a envia de novo em missão. Daí a importância da Igreja no Brasil ter escolhido a Amazônia como sede deste Congresso. Demonstra que a Amazônia é o nosso maior desafio missionário”, completou ao lembrar que o papa Paulo VI já dizia que Cristo aponta para a Amazônia e as indicações do papa Francisco que incentivaram, por exemplo, a criação da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam).

Ao final, dom Cláudio destacou a realidade encontrada na região amazônica, como a fome. O legado pontifício recordou quando Jesus disse aos discípulos: “Dai-lhes, vós mesmo de comer”. “Todos conhecemos o significado amplo dessa palavra de Jesus: a partilha do pão material e espiritual. Assim como os discípulos reconheceram Jesus ao partir do pão, também os povos da Amazônia reconhecerão Jesus se repartirmos com eles o pão material e o espiritual”.

O cardeal Hummes pediu uma Igreja corajosa, fortificada pela Eucaristia e um decisivo empenho missionário pela Amazônia.

Ao final da celebração, concluída com uma procissão luminosa com o Santíssimo Sacramento, o arcebispo de Belém, dom Alberto Taveira Corrêa, convocou todos os cristãos para viverem tudo o que foi preparado até o momento. “O país está com olhos voltados para a Amazônia e temos que mostrar que não somos apenas uma terra missionária, mas que possuímos muito a oferecer com a riqueza cristã do nosso povo. Queremos que o Brasil veja com um olhar bonito e positivo para a nossa região”, disse o arcebispo.

Procissão Eucarística Fluvial

Nesta quarta-feira, chega a Belém a Procissão Eucarística Fluvial, iniciada em Manaus (AM), no dia 8 de agosto. O cortejo passou por Itacoatiara (AM), Parintins (AM), Óbidos (PA), Santarém (PA), Cametá (PA) e Ponta de Pedras (PA).

A embarcação tem previsão de chegada às 17 horas, no Portal da Amazônia, com benção do Santíssimo Sacramento a todos os presentes e à cidade de Belém. O evento contará com a apresentação da Orquestra e Coral de voluntários do CEN 2016. Após a apresentação, haverá show do padre Reginaldo Manzotti.

A procissão passou pelos rios da Amazônia, com cânticos e orações entoadas pelos fiéis de cada cidade que a recebeu, como ribeirinhos e pescadores. De acordo com a organização do Congresso, em cada parada, a população recebeu a procissão com muita alegria, participando de momentos de celebrações eucarísticas.

Cerca de 300 peregrinos formaram a “Caravana da Fé”, organizada pela Pastoral do Turismo (Pastur) da arquidiocese de Manaus, para acompanhar a procissão.

Programação

Ontem aconteceram as jornadas pastorais nas regiões episcopais de Belém. Hoje, foi abertura a Exposição de Arte Sacra e o Café Teológico no Centro de Convenções. Na manhã de hoje, houve missa com a população de rua na catedral de Belém.

Acompanhe a programação do Congresso Eucarístico Nacional.

Com informações e foto do CEN 2016.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *