Seminário aborda novos rumos para Pastoral do Dízimo

Representantes de todos os regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) participaram, em Aparecida (SP), do Seminário Nacional da Pastoral do Dízimo. O evento, que aconteceu entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro, teve como reflexão a  atuação e as metodologias empregadas pelos grupos em todo o Brasil.

Segundo o arcebispo de Salvador (BA) e vice-presidente da CNBB, dom Murilo Krieger, durante a 52ª Assembleia Geral da Conferência, realizada em 2014,  houve um momento de reflexão sobre a unidade entre os grupos do Dízimo das diferentes dioceses.  Na ocasião, outros bispos manifestaram interesse em pensar novas metodologias para a Pastoral.

A ideia, de acordo com dom Murilo, é ter no Brasil “uma linguagem comum, uma metodologia própria, semelhante em todas as dioceses, um ‘caminhar juntos’, porque tem muita experiência rica no Dízimo”, explica.

“O dízimo é a melhor maneira de a pessoa mostrar: ‘eu sou católico, eu participo da minha comunidade, eu ajudo na manutenção da minha comunidade,  ajudo a olhar pelos os pobres, a cuidar daquilo que é necessário para o culto divino, para a evangelização’. Mas a Igreja, durante muitos séculos, buscou sobreviver por meio de festas, de quermesses, de rifas, mas tudo isso está superado”, considera dom Murilo.

Programação

Durante o Seminário houve palestras, trabalhos em grupos temáticos para apresentação de propostas e missas na basílica de Nossa Senhora Aparecida.

“Os fundamentos da Pastoral do Dízimo”, “O dízimo na paróquia e a Pastoral de Conjunto” e “Os desafios da Pastoral do Dízimo” foram assuntos abordados no evento. Um dos conferencistas foi o bispo auxiliar de São Paulo (SP), dom Sérgio de Deus Borges.

Do encontro poderá surgir um texto de estudos da CNBB, a partir de apreciação durante a próxima Assembleia Geral da entidade.

Com informações do Portal A12
Com fotografia da arquidiocese de Salvador (BA) e diocese de Jundiaí (SP)

Bispos refletem sobre Dízimo durante Assembleia Geral

O arcebispo de Salvador Dom Murilo Krieger, arcebispo de Salvador (SP), lembrou ao plenário da 53ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que ele, em nome do regional Nordeste 3, manifestou o desejo dos bispos para que fosse feito uma reflexão sobre o tema do Dízimo. Pediram possíveis diretrizes para orientar esse serviço em todo o Brasil. Segundo dom Murilo, nota-se que existem experiências muito boas em vários lugares e, em outros, o serviço ainda não tem organização mais clara. A Assembleia Geral de 2014 se pronunciou favorável ao estudo. Uma comissão foi constituída para se ocupar com o encaminhamento desse debate.

Continue lendo “Bispos refletem sobre Dízimo durante Assembleia Geral”

CNBB divulga mensagem aos agentes da Pastoral do Dízimo

A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), durante a 52ª Assembleia Geral, realizada de 30 de abril a 9 de maio, em Aparecida (SP), designou uma Comissão Episcopal para fazer um estudo sobre a Pastoral do Dízimo no Brasil. Os bispos, reunidos no evento, aprovaram uma mensagem aos agentes da Pastoral do Dízimo, assinada pelo arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis; pelo arcebispo de São Luís (MA) e vice-presidente, dom José Belisário; pelo bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da Conferência, dom Leonardo Steiner.

Continue lendo “CNBB divulga mensagem aos agentes da Pastoral do Dízimo”